PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Câmara Setorial do Trigo será instalada em fevereiro

18 de janeiro de 2012 - 03:00

 

 

A Câmara Setorial do Trigo será instalada até o dia 15 de fevereiro. A definição aconteceu em reunião no último dia 11, na sede do Moinho Dias Branco, reunindo representantes dos sindicatos de Trigo, de Massas e Biscoitos e da Panificação, além de membros da Adece, INDI, IEL, SENAI e Sebrae. Uma das primeiras ações a serem desenvolvidas será a realização de um planejamento estratégico que deverá embasar as iniciativas do fórum, a ser presidido por Luis Eugênio Pontes, atual presidente do Sindmassas e do Sindtrigo.

A Câmara abrangerá, na cadeia produtiva, os segmentos de moinhos, fábricas de biscoitos e massas, panificadoras, confeitarias, pizzarias e fornecedores. Já na composição constarão representantes da Adece, Sindtrigo, Sindmassas, Sindpan, FIEC, Sebrae, secretarias estaduais afins, sindicato de trabalhadores e fornecedores. O setor industrial de moagem de trigo do Ceará é o segundo do país, perdendo apenas para São Paulo; já o segmento industrial de massas e biscoitos no estado gera 7 000 empregos diretos, possuindo a maior empresa da América Latina; enquanto isso, na panificação, são em torno de 30 000 empregos.

Para Luis Eugênio Pontes, apesar da importância dos três segmentos para o Ceará, a cadeia como um todo está precisando de um choque de gestão para acompanhar a modernização.  “O consumidor assumiu novos perfis e não estamos acompanhando esse processo.”  Ele destaca, dentre esses perfís, questões como a exigência por qualidade de vida e a segmentação de consumo. Um dos aspectos ressaltados em relação à Câmara, todavia, é que o seu propósito não será levar problemas, mas oferecer projetos. “Aprendi que sempre é melhor apresentar projetos porque é por meio dos projetos que os problemas são resolvidos”, diz Luís Eugênio.