PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Capital da Cachaça: Programa APL capacita produtores de Viçosa do Ceará para expandir negócios e turismo na região

10 de janeiro de 2023 - 15:22 # # # # # #

Os produtores de cachaça da Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, estão sendo qualificados pelo programa Impulsiona Ceará, para modernizar e ampliar seus serviços. Ao todo, 15 empresas que fazem parte do Arranjo Produtivo Local (APL) estão recebendo consultorias, com o objetivo de internacionalizar o mercado e fomentar o turismo na região.

A cidade se tornou oficialmente a Capital da Cachaça no Ceará, após sanção de uma lei pelo governador Elmano de Freitas, no último dia 5 de janeiro. Uma das marcas da cachaça de Viçosa do Ceará ganhou a medalha de ouro no concurso internacional London Competitions, na Inglaterra, em 2022, de melhor cachaça do mundo.

Conforme relatório anual do Ministério da Agricultura (Mapa), são mais de 100 alambiques na Serra da Ibiapaba, dos quais 49 estão em Viçosa. Mais de 1 mil empregos diretos são gerados na cidade, que produz em média 30 mil litros de cachaça por ano.

Na cerimônia em que sancionou a lei, o governador Elmano de Freitas ressaltou a cadeia produtiva forte da cachaça e o esforço do Governo do Ceará para fortalecer o setor.

“Temos uma forte cadeia produtiva de cachaça no Ceará. Muitos dos nossos produtores têm prêmios nacionais e internacionais. Temos muito orgulho disso. O Estado se compromete em dar continuidade ao diálogo para fortalecer o desenvolvimento desse setor econômico, muito importante para a geração de emprego na região”, afirmou Elmano.

Impulsiona Ceará

A técnica da Sedet atuante no programa Impulsiona Ceará, Luana Bandeira, ressaltou o trabalho que vem sendo feito em todo o Estado de mapear, modernizar e dar oportunidades aos produtores de diversos setores por meio do programa.

“Foi feito um trabalho de campo para ouvirmos as necessidades e transformá-las em ações, para ajudar no desenvolvimento da área. Em Viçosa, nosso trabalho está na fase de consultorias, voltadas para temas que os próprios produtores escolheram”, afirmou.

O empresário do setor, Caio Carvalho, disse que o conjunto de ações ofertadas ao APL fomentam o desenvolvimento na área. “Viçosa é o que é pelo trabalho que foi feito no APL. Somos um conjunto, com um objeto próprio. Temos capacidade de termos um faturamento de R$ 1 bi anual”, afirmou o proprietário da Cachaça Aviador e Presidente da Associação dos Produtores de Cachaça de Alambique.

O técnico do programa no Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), Marcos Renan Magalhães, disse que o investimento em tecnologia para a qualidade da cachaça, em estratégias para precificação adequada e de marketing são pontos que vão dar mais visibilidade ao setor.

“Os produtores têm larga experiência e um conhecimento que vem sendo repassado por gerações. As consultorias abrirão novas portas para os produtores, que foram reconhecidos com esse título de Capital da Cachaça, para a cidade deles”, ressaltou.

O Impulsiona Ceará é uma iniciativa da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), apoiada pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e operacionalizada pelo Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec).

O que é APL?

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são formados por atores econômicos, políticos e sociais, localizados em um território, desenvolvendo atividades produtivas especializadas em um determinado setor. Ao longo de dois ciclos do Programa, iniciado em 2021, a equipe técnica do Impulsiona Ceará já identificou 36 APLs em todo Estado.