PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Nova fábrica da Diageo amplia inovação em produtividade, sustentabilidade e oportunidades no Ceará

6 de março de 2023 - 15:38 #

Larissa Falcão - Ascom Casa Civil - Texto Carlos Gibaja - Foto

Governador Elmano de Freitas participou da inauguração da nova unidade na manhã desta segunda-feira (6), em Itaitinga

A nova fábrica da Diageo, líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária das marcas Ypióca, Johnnie Walker e Tanqueray, foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (6) em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. A inauguração contou com as presenças do governador Elmano de Freitas; secretários de Estado; do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão; executivos da diretoria e presidência da Diageo Brasil; do presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Ricardo Cavalcante; e outras autoridades.

O governador Elmano de Freitas destacou que a implantação da fábrica para o Ceará, além do estímulo à produção, também tem impacto socioambiental. “Isso significa oportunidade para o povo cearense. É uma empresa que demonstra uma grande capacidade produtiva, mas também consciência social e ambiental. O Governo do Estado manterá e aprofundará a relação com a Diageo e todo o setor produtivo. A relação de sintonia com o setor privado é muito importante. As empresas no Ceará mais fortalecidas significam mais oportunidades para os cearenses”, afirmou. Acompanhando o governador estavam os secretários do Desenvolvimento Econômico, Salmito Filho; da Fazenda do Ceará, Fabrízio Gomes; e a secretária das Relações Internacionais, Roseane Medeiros.

A nova unidade de produção e envasamento de líquidos integra um complexo industrial com aproximadamente 90 mil metros quadrados (m²), com 23 mil m² de área construída. A unidade de Itaitinga é três vezes maior que unidade anterior da Diageo em Fortaleza, e tem capacidade atual para produzir 12 milhões de caixas de nove litros por ano. A unidade de Itaitinga emprega 400 pessoas diretamente, sendo 41% de mulheres. “O investimento feito na produção industrial no Brasil foi de R$ 250 milhões, um dos mais relevantes dos últimos dez anos feito pela empresa em todo o mundo. Um investimento que focou não só em competitividade, mas também em sustentabilidade e inovação. Estamos muito orgulhosos de ter escolhido o Ceará”, reforçou a presidente da Diageo Brasil, Paula Lindenberg. A Diageo está presente em 180 países, com mais de 200 marcas de bebidas, somando mais de 33 mil funcionários ao redor do mundo. No Brasil, a Diageo conta com mais de 30 rótulos no portfólio.

Inovação e sustentabilidade

O complexo da Diageo em Itaitinga é um dos mais tecnológicos do setor. “Em Itaitinga, contamos com várias iniciativas sustentáveis na fábrica, de energia solar a envio zero de resíduos a aterros sanitários, além de contarmos com projetos que impactam positivamente comunidades que estão no nosso entorno. O resultado é uma das fábricas de cachaça mais modernas e sustentáveis em operação no Brasil”, complementou Paula Lindenberg, presidente da Diageo Brasil.

O prefeito de Itaitinga, Antônio Marques, ressaltou que o propósito é atrair empresas para melhorar a qualidade de vida da população. “O dia de hoje sinaliza parar nós que Itaitinga vive um novo momento. Somos o município da Região Metropolitana com melhores condições de logísticas para empresas se instalarem. Nossa localização geográfica é muito favorável. No caso da Diageo, 35% da força de trabalho da nova fábrica é da região”, pontuou.

Oportunidades

Além da produtividade e inovação, a Diaego, por meio de seu Instituto, também se destaca por outras iniciativas de impacto social, como a parceria com Secretaria da Administração Penitenciária no programa Tecendo o Futuro. Mais de 150 mulheres internas do Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa (IPF) já foram acolhidas desde 2019. As atividades realizadas no programa estão fundamentadas em três pilares: formação humana, produção de artigos de palha e atendimento individual de coaching.

A instrutora do Tecendo o Futuro, Auria Rosa, explicou que cerca de 50 internas participam do programa atualmente. “As mulheres produzem itens a partir da palha, como embalagem para cachaça Ypióca, bolsas, tapetes, luminárias, caixa de presentes, entre outros. É muito importante para ressocialização delsa. Algumas que querem mudar de vida procuram a gente. Para mim, é maravilhoso”, diz Auria.

Incentivo

Desde 2006, a Ypióca conta com suporte do Programa de Incentivos ao Desenvolvimento Industrial (Provin), dentro do Fundo de Desenvolvimento Industrial do Ceará (FDI), operacionalizado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e coordenado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Governo do Ceará (SDE).