PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Comitê Gestor do Polo da Saúde conhece projeto da Fiocruz no Ceará

12 de julho de 2012 - 03:00

A unidade da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará ganhou forma e foi apresentada na quarta-feira, 11 de julho, ao Comitê Gestor do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS), que será implantado no município de Eusébio. O projeto básico e o projeto executivo estão sendo elaborados pelo escritório cearense de arquitetura Architetus. Neles estão previstos um prédio de gestão e ensino com 13 mil m2 de área e 23 salas de aula com capacidade para 560 alunos, um prédio de pesquisa, de 15 mil m2 de área, com 15 laboratórios, dois deles de nível de biossegurança 3, um prédio de infraestrutura, auditório para 300 lugares, anfiteatro e praça. As construções ocuparão 30 mil m2 de uma área total urbanizada de 40 mil m2.

 
“A Fiocruz não trará avanços somente na área da saúde – vai contribuir com a geração de renda e de centenas de empregos no Ceará”, disse o secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, que é membro do Comitê Gestor, ao lembrar que a consolidação do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde começou com o processo de negociação para implantação da unidade da Fiocruz no Ceará, iniciado com a Secretaria da Saúde do Estado, em 2007. A unidade da Fiocruz está orçada em R$ 140 milhões em obras e equipamentos. A ideia é licitar as obras de infraestrutura até setembro deste ano para abertura do canteiro em janeiro de 2013. O projeto executivo deve ficar pronto em dezembro, com início das obras no início do segundo semestre do próximo ano. Com prazo de construção de 24 meses, a unidade da Fiocruz estará concluída em meados de 2015.

O projeto do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS) consiste na implantação de um Polo Tecnológico da Saúde, no bairro da Precabura, Eusébio. A propriedade na qual será implantado o empreendimento tem uma área total de 55 hectares. O local já foi desapropriado pelo Estado, conforme o decreto nº 29.803, de 15 de julho de 2009. São três empresas âncoras: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), CTI Renato Archer (vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia) e Isofarma. A área institucional tem cerca de 25 hectares e as áreas restantes serão ocupadas por novos empreendimentos.

Em abril deste ano, a Fiocruz confirmou a instalação no Polo da Saúde do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos/Fiocruz). A primeira fábrica de vacinas da Fiocruz fora do Rio de Janeiro, segundo ele, tem no orçamento deste ano R$ 20 milhões de reais para o Polo Industrial da Saúde e mais R$ 150 milhões autorizados para o triênio 2013, 2014 e 2015 – R$ 50 milhões por ano – destinados ao empreendimento. O projeto de implantação do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS) tem como objetivo principal desenvolver o setor farmoquímico do Ceará, promover a integração entre academia e indústria e fomentar a sinergia entre as indústrias que formam o polo. O projeto conta com o aopio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), que também integra o Comitê Gestor.

 

alt